terça-feira 13 de setembro de 2016

Como saber se é autismo?

Categoria(s):

autismo

Nenhum pai e nenhuma mãe quer acreditar que seu filho pode ter alguma doença, síndrome ou deformação. Algumas são mais visíveis ou fáceis de serem diagnosticadas, enquanto para a identificação de outras é preciso muita observação e talvez diversos especialistas na jogada para um diagnóstico preciso. O autismo entra nesse meio e é algo que confunde muito os pais, que muitas vezes preferem não acreditar no que estão vendo e defender que seu filho é normal. Mas, presta atenção, se houver mesmo características de autismo, o tratamento mais cedo será imprescindível para seu filho. Então vamos deixar de preconceito porque é pelo bem e pela saúde do seu pequeno que estamos conversando.

As características do espectro autista em crianças não são de tão fácil identificação, de fato. De acordo com o psicopedagogo Victor Eustáquio, desde bebê já é possível observar alguns sinais que servem de alerta. “É comum, por exemplo, que o bebê autista seja agitado demais ou calmo demais, além disso, ele muitas vezes não consegue fixar os olhos na mãe por muito tempo e apresenta na maioria dos casos um declínio ocular quando está sendo amamentado”, conta. Mas tenha calma, mamãe. Quantos bebês são agitados demais ou calmos demais? Isso não é motivo para já achar que seu pequeno sofre de autismo.

Dentre outras características, é bom saber que, quando criança, os sinais vão ficando mais evidentes. Nesse caso, os pais podem observar se o filho é muito introspectivo ou tem dificuldade na fala expressiva e na receptiva, além de atração por objetos que giram, como roda de carrinhos de brinquedos e ventiladores. Vale observar também se apresenta movimentos de dedos em frente ao rosto ou movimentos de mãos ou braços, se anda nas pontas dos pés, tem restrições alimentares, além de comer poucos alimentos e sempre os mesmos.

Ainda assim, mamãe, não é você nem o vizinho que vai diagnosticar autismo no seu filho. Victor explica que se a criança apresenta um desses sinais, não significa que ela é autista. É preciso analisar o conjunto e havendo a “suspeita”, tem que leva ao médico especialista.

O psicopedagogo Victor Eustáquio é paulista, filho de pernambucanos, e há oito anos veio ao Recife fundar sua clínica, sendo hoje uma referência no Nordeste nesse tipo de tratamento.

 

Serviço:

Victor Eustáquio (psicopedagogo): Clínica Somar
Endereço: Rua Marquês de Maricá, 48, na Torre
Fone: (81) 3441-5656 ou (81) 3039-5656
E-mail: somarecife@hotmail.com.

Faça um Comentário

    Topo