terça-feira 13 de outubro de 2015

O que eles realmente merecem

Categoria(s): ,

21DFB9D6-062C-4840-B4DA-452F48513ECC (6)

Vamos falar de um assunto que todo mundo sabe, mas que nem sempre a gente para e reflete. Ontem foi Dia das Crianças e, para mim, se o dia é deles, é deles mesmo!! Mas não necessariamente para comprar um presente super caro porque “É Dia das Crianças”. O que é bom não precisa ser caro. O presentão pode estar no dia maravilhoso que você vai proporcionar a esse filhão.

O dia de ontem foi de pura brincadeira. Compramos presente, sim. Nós o levamos numa loja que vende brinquedos mais em conta e o deixamos livre para escolher o que quisesse. Tudo bem, confesso que a idade ajuda. Com dois anos, a criança não tem muito critério e ainda não é “tentada” pelas propagandas apelativas. Então, até um carrinho que custa menos de R$ 10 está de bom tamanho. Mas, na verdade, não foi esse nosso maior presente. Levamos nosso pequeno a um clube no Recife (Clube Alemão, na Zona Norte da cidade) e demos a ele um dia de diversão, com direito a piscina, andar de cavalo, oficinas de desenho e cupcake, show de bandas infantis e todos os brinquedos e parques que o clube oferece. Por sinal, o clube atualmente deu uma repaginada nos parques infantis e acabou de inaugurar um espaço família, com banheiros para crianças, fraldário e sala para a mamãe amamentar. Bom para passar o dia todo e não se preocupar com nada, e não ser com a hora de convencer o filhote a voltar para casa. 🙂

Mas, voltando ao assunto, é sempre bom refletirmos sobre quais valores estamos dando a nossos filhos. Comprar um presente caro porque “ele merece” não faz sentido. Independentemente de merecer ou não, de ter se comportado bem em casa, de ter tirado boas notas na escola, o presente caro não pode ser a recompensa. Seu filho tem que entender que ele não precisa ter o mesmo brinquedo que todos os amigos da escola possuem. E se você não tem condições de comprar determinado produto, explique a ele, ao invés de sacrificar todas as finanças da casa para sua filha ter o mais novo castelo encantado da Barbie ou seu filho ganhar o iPad mais moderno (não é isso mesmo???). É claro que se uma vez ou outra você pode comprar aquele brinquedo dos sonhos da criança, compre! Faz parte. O que não pode é seu filho achar que só porque é Natal, o presente tem que ser caro. Vale uma boa conversa aí para ele entender que quer ganhar o boneco que vira um carro porque a brincadeira é legal e não porque é caro e todos os amigos o têm.

Além do mais, você pode inovar, ser criativo, prometer um dia diferente, ir a um lugar que nunca tenham ido, levá-lo a um parque e você brincar junto, um piquenique com todas as comidinhas que ele adora. Passar um dia em família, um dia divertido, tirar muitas fotos e depois mostrar tudo ao filhote, relembrando o dia que tiveram. Esses são os verdadeiros valores que seu filho precisa conhecer. E, pode apostar, com a rotina tão corrida que temos hoje e os pais muitas vezes tão sem tempo de sentar no chão e brincar com a criança, um dia assim vai ser muito mais valioso do que qualquer castelo de boneca ou tablet. Ah, e se puder repetir a dose sempre – mesmo que não seja feriado ou Dia das Crianças ou até mesmo o dia do aniversário dele – repita. Faz bem para a saúde da família. E é isso que nossos filhos realmente merecem!

foto_cavalofoto_piscinaE0105A75-AEE1-404B-85DA-6F180E5AD52A (2)B6D6D4B5-FE7B-41DD-A2D5-1DB3E1E7C49D 1 (3)foto_clubeFoto_coelho

 

Faça um Comentário

    Topo