quarta-feira 20 de Maio de 2015

Turistando em São Paulo

Categoria(s): ,

Dudu_familia

Estive na cidade paulista recentemente e, apesar de não ter ido a passeio, aproveitei alguns momentos para conhecer lugares legais para levar o filhote. E descobri que – caramba! – como São Paulo tem excelentes espaços para crianças!

Vamos começar pelos mais simples: parques e centros de compras. Não visitei muitos. Aliás, quase não pisei em shopping, mas conheci o Ibiapuera e o mall tem uma área muito boa para criança pequena – pequena mesmo, de dois até cinco anos. O parque Ibirapuera, na Vila Mariana, é enorme e, além dos brinquedos e pista de cooper, tem lanchonetes, áreas de estar, ciclofaixa, bicicletário com aluguel de bicicleta, fonte multimídia, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica e Praça Burle Marx. Funcionam ainda lá dentro a Escola de Jardinagem, Divisão Fauna, Viveiro Manequinho Lopes, Planetário e Escola Municipal de Astrofísica, UMAPAZ, Herbário, Museu Afro-Brasil, CECCO (SMS), Pavilhão das Culturas Brasileiras, OCA e Bosque da Leitura (SMC), Fundação Bienal, Auditório Ibirapuera, MAC, MAM e Pavilhão Japonês. Deu pra cansar? Pode ter certeza, a criança vai gastar muuuuuuita energia!

Dudu_parquelindo

Outro lugar simples mas que vale à pena para a meninada é o Parque Zoológico de São Paulo. E, expandindo, o Zoo Safari. Não é dos melhores zoológicos do mundo, mas é o maior do Brasil, em uma área de quase 900 mil metros quadrados de Mata Atlântica, além de ter uma grande variedade de bichos. No Safari, você pode fazer a visita em carro próprio ou na condução oferecida por eles e dar comida aos animais. É legal! Eles ficam na Avenida Miguel Stefano, 4241 – Água Funda.

Agora, partindo para os programas mais diferentes, visitei o Aquário de São Paulo. O espaço tem esse nome porque antes era só um grande aquário mesmo, mas com a expansão realizada em abril deste ano, o parque passou a ter como grande atração um casal de ursos polares, vindos da Rússia. Também são novidades bichos de regiões como Austrália, África e Indonésia, como cangurus, equidnas, vombates e leões-marinhos. Há ainda lêmures, que ganharam fama com o personagem Rei Julien do filme Madagascar (2005), e suricatos, similares a Timão, do desenho O Rei Leão.

O grande oceanário é um tanque gigante de um milhão de litros de água salgada, que abriga diversas espécies aquáticas. Você pode passear como se estivesse dentro do aquário e os peixes são vistos através de placas acrílicas quando se olha para a frente ou para o alto. Por ali estão tubarões-lixa e o tubarão-mangona Pancho, que tem 1,80 metro de comprimento e pesa 100 quilos. Em outro setor estão mamíferos aquáticos a exemplo de lontras e o peixe-boi Tapajós, ameaçado de extinção e vindo da Amazônia. O público conhece também reproduções de lugares como a Patagônia, no pinguinário, cheio de aves originárias da região do sul da Argentina. O lago dos jacarés faz uma referência ao Pantanal. O Aquário de São Paulo fica na Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga.

Dudu_jacare

Dudu_tubarao

Outro grande passeio foi ao Museu do Futebol. Confesso que fui a primeira a levantar a mão e dizer “Eu não vou”, pedindo a meu marido para levar nosso filho. E ele insistiu “Vamos, que vale a pena”. E como valeu. Não gosto de futebol, mas o espaço é mesmo fantástico. Lá você entende como o futebol, um esporte inglês, de elite e branco, se tornou tão brasileiro, popular e mestiço. Em uma área de 6,9 mil metros quadrados, embaixo das arquibancadas do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o nome oficial do Pacaembu, o museu conta a história do futebol com muita informação e emoção, além de muita tecnologia! O estádio está localizado na Pça Charles Miller, s/n, Pacaembu.

Dudu_futebolestadio

Dudu_futebolbolas

Depois fui a um dos espaços mais interessantes que já conheci. O Museu Catavento Cultural e Educacional. Esse aqui é até difícil de descrever, de tão diversificado e curioso que é o local! Mas, como está descrito no próprio site do Catavento: lá você pode “tocar um meteorito de verdade, encontrar Gandhi em uma escalada, conhecer o corpo humano por dentro, entender como funciona um gerador de energia ou ainda descobrir que o Sol, visto de perto, não é tão redondo como parece quando estamos na praia”. O museu passeia por quatro seções: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. É um lugar para você passar uma manhã ou uma tarde inteira. E, além de ser divertido para a criança, dependendo da idade, é uma verdadeira aula!! De tudo! O Catavento está na Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n, Brás.

Dudu_cataventouniverso

Dudu_cataventofone

Dudu_cataventoborboletas

Dudu_cataventotec

Bem, é isso! Eu sei que há uma infinidade de outras coisas para se fazer em Sampa, mas por hora foi o que deu para conhecer e indicar aqui pra vocês. Quem tiver mais dicas, por favor, fique à vontade para acrescentar aqui nos comentário. E, as mamães que já conhecem o que está aqui postado, podem elogiar ou criticar. Toda opinião é enriquecedora.

Faça um Comentário

    Topo