terça-feira 24 de fevereiro de 2015

Você vai ver o que é amor de verdade!

Categoria(s): ,


Uma amiga minha muito querida está grávida e já demonstra sentir um amor enorme pelo filhote que ainda nem pegou nos braços. Não reclama dos incômodos da gravidez porque o encantamento da maternidade parece ser maior. Sim, se você ainda está com seu pequeno aí na barriguinha, o que sente, na verdade, é

esse “encantamento da maternidade”. Mas amor mesmo, mamãe, você ainda está para saber o que é!

Quem já é mãe pode assinar embaixo, o amor só faz aumentar a cada dia. Enquanto a gente está grávida, o sentimento parece ser de amor incondicional, mas acho que não é bem assim. O que sentimos, além da magia de ter um pedacinho de você aí, em vida, que vai nascer, crescer e levar seu sangue, é de proteção. Está certo, você não sabe descrever esse sentimento e sua ficha ainda não caiu quando pensa “É o MEU FILHO que está aqui dentro”, mas seu sentimento, por enquanto, é apenas de uma leoa, capaz de lutar contra tudo e contra todos para protejer seu filho.

Mas amor mesmo… amor de doer na alma, você ainda não sabe o que é. Você ainda não tem ideia do que é não saber mais viver sem seu filho. Seu mundo ainda não fica completamente sem sentido e você ainda não fica totalmente sem chão se alguém levá-lo embora. Essa dor ainda não é insuportável. É amor, sim, o que você já sente por seu bebê, mas aquele amor que toma conta de todos os seus sentidos você vai construir. No dia a dia.

E é por isso que eu acredito demais, demais mesmo, em amor por um filho adotado. Amor de verdade, sim. Amor de mãe. Porque o amor é construção. Assim como todos os relacionamentos. O fato de o filho ter sido gerado por você traz outros sentimentos inexplicáveis, mas não precisa ter saído de sua barriga para ser “um pedaço seu”. Com o dia a dia, o olhar, o carinho, o toque, os bracinhos estendidos ao dizer “mamãe”, isso tudo é mágico, independente do sangue.

Deixa ele vir ao mundo, mamãe. Deixa você sentir o cheirinho do pé desse pequeno, deixa ele sorrir para você, deixa ele dizer as primeiras palavras, dar os primeiros passos, acalmar-se de um choro somente no seu colo. Aí, sim, você vai saber o que é amor incondicional. Por enquanto, vai cuidando dessa barriga, conversando com seu filhote e dizendo o quando você já o ama. Mas, pode apostar, você ainda não faz ideia do que é amor de mãe, do quanto esse pingo de gente ainda vai invadir seu coração e de tudo o que está por vir.

Faça um Comentário

    Topo