quinta-feira 09 de outubro de 2014

E se ele adoecer na véspera da viagem?

Categoria(s):


Malas prontas, roupinhas de frio compradas, tudo providenciado. Você vai viajar com seu bebê pela primeira vez e aí ele inventa de adoecer. E aí, ignora e leva assim mesmo ou desmarca tudo?


Nem uma outra coisa, nem outra, mamãe. A não ser que
a doença seja grave. Aí, tem nem o que discutir, né? Você pode tentar adiar a viagem (conversa com a operadora, no caso de viagem de avião para remarcar as passagens) e tentar trocar as datas do hotel. Se não for possível, paciência, você vai perder o dinheiro já investido. Mas a saúde de seu filho vale muito mais que isso.


Agora, vamos lá, se o que ele apresentou foi uma gripe, uma tosse, qualquer coisa mais leve, a recomendação – claro que não seria outra – é levar no médico. Se seu filho tem um pediatra que já o acompanha, converse com ele. Se não, emergência, mamãe. É preciso saber direitinho o que seu pequeno tem, principalmente se sua viagem for para fora do país, onde a assistência pode ser mais complicada. 


Pois é, a dois dias de nossa viagem com o garoto – vamos para o Chile essa semana – ele começou a tossir. Essa madrugada foi puxada e não dormiu nem ele, nem eu e nem o pai. Resultado? Fomos parar na emergência. Nada que eu me preocuparia se não fosse viajar. Uma tosse seca das que ele já teve inúmeras vezes. Mas não se brinca com saúde, principalmente se você está prestes a partir para outro país. Levei na emergência do hospital para ficar mais segura sobre os medicamentos que estamos dando. “É isso mesmo. O pulmão está limpinho. E, fora a tosse, no mais, ele está ótimo. Nada grave. Viaje tranquila e leve os remédios”, disse o médico lá.


Sim, leve os remédios. Todos. Vai viajar? Leve tudo o que seu filho pode tomar. De analgésicos a antialérgicos, passando por remédios de enjoo e até antiinflamatórios. Converse com o pediatra e peça todas as orientações. Por mais que o clima seja parecido com o de nosso país, qualquer mudança de tempo mais frio, mais quente ou seco, por exemplo, por afetar a saúde de seu filhote. Vá previnida com medicamentos para até mesmo uma infecção que ele possa apresentar. Mas, como costumo dizer aqui, nada por conta própria, heim? Fale com o médico, sempre!! Vá munida e boa viagem! Sim, e com os dedos cruzados para ele não precisar tomar nada!

2 Comentários

Faça um Comentário

    Topo