segunda-feira 25 de agosto de 2014

Pela auto-estima do seu filho!

Categoria(s):

Outro dia desse a gente falou sobre a segurança que a gente pode passar ao filho com um simples olhar. Mas, mais do que confiança e segurança, com atitudes assim você está ajudando no desenvolvimento da auto-estima de seu filho. E que importância isso tem? Muuuuuuita!


Quando a pessoa tem uma boa auto-estima, é capaz de gostar de si mesma e, como consequência, gostar das outras pessoas. Vamos além: uma pessoa com uma auto-estima elevada sabe se respeitar e não permite que outros abusem dela. E os pais podem  contribuir para isso? Sim! E desde que os filhos são assim tão bebezinhos? Sim!! 

Estudos mostram que as atitudes dos pais de passar confiança à criança ajudam muito. Confiança no sentido de ela sentir de si própria. De fazê-la gostar de si própria. Para isso, abrace seu filho todos os dias. Beijo-o e diga que o ama! Todos os dias. Tenha respeito pelos seus planos e projetos de vida, por mais bobos ou prematuros que pareçam. Se seu filho diz que quer ser astronauta, nada de jogar um balde de água fria desencorajando a profissão. Aceite, dê um sorriso e peça para ele falar mais sobre o assunto. Mostre a seu filho as qualidade que ele tem, exalte-as e faça seu pequeno saber o quanto ele é especial por essas qualidades, fazendo-o ser único por isso. 

Aceite seu filho do jeito que ele é. Encoraje sua criança para que ela

desenvolva o que a torna mais forte e esqueça de seus sonhos sobre como você queria que ele fosse. O filho da sua amiga parece mais esperto? Sai na frente em todas as competições? Não olhe para o seu querendo que ele fosse assim. Ele pode ter uma coração e uma generosidade que, de longe, outras crianças não têm. 

Até aqui, tudo bem. Mas e se ele for um bebezinho que não entende nada disso ainda? Ele entende gestos, mamãe. Entende o olhar. Entende a mão que você estende e a confiança que você passa. Está vendo essa foto aí no início do post? É a maneira que você tem de dizer “Tenha medo não, filho. Vá! O brinquedo é seguro!”.

Quem diria que, tão novinho, nosso filho precisa desse cuidado especial para se tornar uma pessoa segura? Pois é, seu filho precisa ter segurança sobre suas próprias decisões, mas também deve saber que pode contar com você e com o pai. Quando todos o abandonarem ou criticarem, ele sabe que tem a torcida dos pais, que eles o acham especial e conhecem suas qualidades. 

Eu fico feliz quando tomo atitudes que me fazem perceber que estou criando meu filho para o mundo. Estou sim. Especialistas dizem que é importante darmos liberdade à criança para que ela possa tomar suas próprias decisões. Deixá-la escolher com que brinquedo quer se divertir. E procure não ter todas as respostas. Se seu filho perguntar se pode tirar os sapatos, ao invés de dizer que sim ou que não, diga “O que você acha, filho?”. Deixe ele perceber se há problema em tirar os sapatos. 

Olhe para seu pequeno, mamãe. Ele é especial e único. Não faça comparações porque seu filhote tem o que ninguém mais tem. Olhe para ele que você vai encontrar uma qualidade especial. Encoraje esse pequeno! Faça-o se tornar uma pessoa segura. A recompensa vai vir mais tarde e se você não fizer agora, o tempo não volta.

Faça um Comentário

    Topo