quinta-feira 07 de agosto de 2014

Como fazer a festinha

Categoria(s): , , ,

Para todas as mamães que estão pensando em fazer a primeira festinha do filhote e nunca organizaram um evento – assim como eu – vou colocar aqui tudo o que você deve fazer, por onde começar e o que não pode ser esquecido. É trabalhoso, mas se você se organizar, o resultado pode ser surpreendente. Vamos lá!

Listas e contatos 

Para começar, as primeiras coisas que você precisa pensar é no quanto pretende gastar e quantas pessoas chamar. Básico. É isso que vai definir o tamanho da sua festa. O dinheiro está apertado? Então a lista de convidados também precisa ser. Nada de chamar todos os colegas de trabalho, por mais queridos que sejam. Você precisa ser prática, se o bolso manda. Os amigos entenderão que se trata de um evento apenas para os mais chegados. Sim, e uma dica boa para você não esquecer de chamar ninguém importante é usar a sua agenda telefônica para checar os nomes, um a um.

Feito isso, organize uma lista dos serviços que você vai contatar, com nome, contato e – no final das contas – o valor, para você se orientar e saber quanto está gastando de fato. Mas principalmente para ter sempre em mãos os contatos para você chegar tudo quando estiver chegando o dia.

Antecipe-se

Sim, é preciso começar a organizar tudo com certa antecedência (pelo menos cinco meses antes, se sua festa é grande). Isso porque os melhores serviços já podem estar sem a sua data de preferência. Aliás, não necessariamente os melhores serviços, mas aqueles de melhor relação custo x benefício, esses sim são logo contratados. Então pegue aquela listinha que você fez com local, decoração, buffet etc e comece a pesquisá-los e reservar logo sua data!

Local

Você já tem um espaço disponível ou vai fazer numa casa de festas? Sim, não custa nada alertar: as casas de festas infantis estabelecem hora para terminar. Normalmente são quatro horas. Então se sua ideia é fazer algo que possa se entender, para as pessoas queridas ficarem até mais tarde conversando, pode esquecer. Foi nisso que pensei quando resolvi fazer a festinha no salão do prédio. Eu não queira hora para terminar.

Vai fazer no prédio? Vamos lá! Certifique-se se o condomínio tem mesas e cadeiras o suficiente. Também veja se há taxa a ser paga e procure saber de todos os detalhes, inclusive se o salão pode ser entregue sujo no final de sua festa ou se você precisa deixar tudo limpo. Você certamente estará um bagaço, então é bom contatar uma pessoa para dar essa ajuda no final, se necessário.

(Salão de festas do prédio antes da festa)

(E como ficou)

O local é aberto? Há risco de chuva? Providencie toldos. A festa de meu filho foi num lindo dia de sol, mas não me arrependo de ter pago o toldo, que evitou o calor e a luz do sol direto nas pessoas e deixou o ambiente mais aconchegante. Mas o toldo precisa ser de qualidade, para não estragar a festa caso chova muito. Para quem é do Recife, eu indico alugar tudo – toldos, mesas, cadeiras e até toalhas – com Rick Vídeo Produções, que também trabalha com foto e vídeo, mas mamãe jornalista que também tem máquina profissional acaba se virando sozinha. Bem, sobre as mesas e toldos, no final dessa postagem tem os contatos da empresa e de todos os serviços. E vai aqui uma dica sobre as mesas: prefira as redondas, que comportam seis ou até oito cadeiras por mesa. Nas quadradas só cabem quatro cadeiras, assim você terá ele colocar mais mesas, ocupando muito espaço.

 

(Toldos, mesas e cadeiras de Rick Produções)

Convites

Há quem goste de gastar um dinheirinho fazendo convites bem criativos. É legal, mas – opinião pessoal, heim! – não acho necessário. É claro que o convite é o cartão visita da festa, mas se a grana está apertada, faça algo bem bonito e criativo para enviar por e-mail mesmo! Mas vamos falar sobre isso: não cometa a indelicadeza de chamar a pessoa por e-mail ou redes sociais sem esperar retorno. Ninguém é obrigado a viver acessando a caixa eletrônica. Ligue, mande mensagem e peça que confirme o recebimento do convite. Pode fazer fazer convite eletrônico e também de papel? É o ideal, para entregar àquela avó ou tia que não acessa a web.

Decoração

Está aqui um dos pontos mais importantes. A decoração é a beleza da festa. E as opções são diversas. Você pode fazer por conta própria ou contratar. E pode contratar desde uma decoração simples, uma provençal, ou um verdadeiro cenário!  Aí é questão de gosto. Eu prefiro cenário, acho que preenche mais a festa.E o tema? Os decoradores aconselham fazer uma tema básico na festinha de um ano, como fazendinha, Safari, fundo do mar, Disney, por exemplo. Isso porque é mais lúdico para o primeiro aninho. 

(Decoração da Tudo em Festa)

Mas se você optar por contatar uma empresa para a decoração, antes de bater o martelo, informe-se sobre tuuuuuuudo o que inclui e o que está de fora. Por exemplo? Bolas. Muitas pessoas pensam que as bolas estão dentro do preço da decoração, mas não estão. Geralmente são por fora e não é barato. Você precisa contatar quem faça a parte de bolas. Veja se sai mais em conta você mesma comprar as bolas ou não. Pode ser que a empresa sugira colocar coisa de três, quatro mil bolas. Converse para saber o que é mesmo necessário. Tente baratear o máximo, sem perder a qualidade e beleza da festa.

As toalhas das mesas também podem não estar dentro do orçamento. Não basta ver fotos do tema mostrado pela empresa, é preciso perguntar tudo e saber tudo o que inclui para não ficar bem mais caro no fim das contas. E acerte antecipadamente quando a empresa virá recolher o material. Veja se é possível estender o prazo se as quatro horas não são suficientes para você.

 

(Decoração da Tudo em Festa)

 

Contatar uma empresa séria que te esclareça tudo sem te enganar é fundamental. Comigo foi assim. Por isso indico a empresa que contatei, que me atendeu super bem, me deu todo o suporte o tempo todo e deixou a festa linda! É a Tudo em Festa, que tem vários temas em cenários de super bom gosto! No final da postagem, as dicas dos serviços para as mamães do Recife e RMR. 

 

Comes e bebes

 

A festa será em que horário? O que você vai servir? Festas no fim da tarde são econômicas porque você não precisa servir nem almoço e nem jantar. As pessoas já sabem que vão comer uns salgados e, no máximo, um pratinho a mais. Mas se você prefere uma festa de dia, também pode servir algo gostoso sem gastar uma fortuna. Eu contratei um serviço de crepe. Eles fazem o salgado e depois o doce. E as pessoas vão lá na mesa do crepe, escolhem os de sua preferência e se servem. Mas também precisa ser mesmo de qualidade. Apesar de uns salgadinhos e docinhos a mais que você vai servir, o crepe será praticamente a refeição da festa, então nada de contratar um serviço sem conhecer ou sem uma indicação. Eu contratei Buffet Crepe D’La France, um dos serviços que foram mais elogiados pela qualidade dos crepes. 

 

(Buffet Crepe D’La France)

Sim, e você não pode esquecer dos emprestados. No caso desse serviço de crepe que eu contatei, eles já levam absolutamente tudo: pratos, copos, talheres e bandejas. Eu cheguei a comprar uns descartáveis para o caso de o serviço de crepe terminar e alguns convidados ainda ficarem comendo um bolinho, mas confesso que usei muito pouco. Se o Buffet que você vai contratar não inclui os empratados, lembre-se de comprar os descartáveis. E aí inclua guardanapo e os pratos maiores que vão ficar nas bandejas para serem servidos os salgados (e doces, se for o caso).

 

E para beber? Bem, aí depende do seu perfil e dos seus amigos. Como é festinha de criança, você pode muito bem optar por não servir bebida alcoólica. Isso vai baratear bastante, mas em contrapartida não vai segurar teus convidados por muito tempo. Se você quer fazer algo animado e duradouro, pode pensar nas opções de cerveja, whiski e até chop! Pois é, eu achei mais prático, além de garantir mais qualidade. Para quem mora no Recife, indico o Chopp Brahma Express (detalhes no final). Eles são rápidos, atenciosos, cobram um valor justo e você pode até conversar para fazer um sistema de consignação de barris, ou seja, só paga o barril que for aberto durante o evento. Assim você não perde dinheiro com as sobras, não corre o risco de comprar latinhas de cerveja demais e acabar sobrando.

(Chopp Brahma Express)

E a quantidade? Bem, para refrigerante, o cálculo que se faz é de 400 a 600ml por pessoa. Para água, 400ml. Para cerveja ou chop, 600ml. E não é para calcular pelas pessoas que bebem não, viu? É pelo número geral de convidados, porque o cálculo leva em conta que há quem beba e quem não beba. Então, se não houver outras bebidas alcoólicas, você conta uma garrafa (600ml) por pessoa. Se houver mais bebidas na festa, pode ficar uma garrafa para cada quatro pessoas. No caso do chop, um litro para cada duas pessoas. Se tiver whiski, um litro serve dez pessoas.

 

Tudo no mesmo tema?

 

Você decidiu o tema da festa de seu filho e resolveu comprar tudo no comércio. Só tome cuidado para não fazer um balaio de gato! Se o tema é Safari, por exemplo, evite comprar tuuuuuuudo de oncinha e zebrinha. Escolha a cor da festa (eu escolhi verde e marrom) e compre as coisas (bolas, descartáveis, enfeites das mesas…) naquelas cores, podendo escolher apenas uma coisa ou outra dentro do tema. Se você se empolgar e comprar os pratos de leão, os copos de zebra, as bolas de pele de tigre e as caixinhas das mesas também de pele de bichinho, pode acabar não combinando nada com nada.

(Decoração da festa Safari)

 

 

Figurino

 

A roupa do aniversariante é outro ponto a ser considerado. Claro que não é necessário fantasiá-lo, mas que fica bonitinho na hora do parabéns fica! Já falei isso antes, mas vou repetir aqui: o importante é você não colocar no seu filho nada que aperte ou faça calor. Nada que incomode o bichinho, seja qual for a idade. Se a roupa não for tão confortável assim, pense em colocar, se for o caso, apenas na hora de cantar os parabéns, para tirar fotos.

 

Como a festinha do meu filho foi no tema Safari, eu havia pensado antes em fantasia-lo de leão. Depois achei que seja muito incômodo e resolvi fazer a roupinha de caçador. Procurei um modelo bonito na internet e pedi a minha sogra, que trabalha no ramo de confecções, para fazer igual. Ficou linda e meu filhote arrancou muitos sorrisos. 

 

(Roupinha de caçador)

É bom lembrar que não vale a pena gastar tanto com a roupa dos parabéns. Na maior parte dos casos, ele só vai usar nesse momento. Não dá nem para guardar para o carnaval porque a criança cresce muito rápido, a não ser que a festa seja próxima da festa de Momo. Pense nisso e avalie se é mesmo necessário. 

 

(Roupinha confortável antes dos parabéns)

 

 

O bolo e os docinhos 

 

Não vale ser só bonito, tem que ser gostoso! O bolo é uma das “atrações” da festa e precisa ser do mesmo tema escolhido. Pela pesquisa que fiz, adorei a beleza, qualidade, bom gosto dos bonequinhos e sabor do bolo da Bolosuras da Shirley. Nunca ouviu falar? Pois é, não é de “grife” conhecida. Mas você não precisa pagar uma fortuna por um bolo que leva o nome da boleira, você precisa de algo bonito e gostoso. Sim, e que tenha compromisso e vá entregar na sua festa. Fiquei satisfeita e super indico. Tem muita coisa boa por aí sem divulgação.

(Bolo da Bolosuras da Shirley)

Mesmo que você providencie um serviço de crepe e ele ofereça também crepes doces, você não pode descartar os docinhos da festa. Você pode servi-los ou deixá-los numa mesa. Mas não esqueça de checar com a pessoa que fará os doces se você precisa comprar as forminhas. Você pode comprar umas mais simples e baratas para servir ou deixar em cada mesinha e outro tipo de forminha mais bonita – e mais cara – para a mesa de doces, como algo decorativo mesmo.

 

 

(Mesa de doces)

Caixinhas das crianças e guloseimas

 

Festa de crianças sem caixinha não é festa de criança. Os pequenos convidados já esperam a hora do parabéns para pegar sua caixinha! Então é um item que você não pode esquece e – vou logo dizendo – é um gasto que você nem sabia que teria. Gasta mesmo. Você gasta com as caixinhas e gasta também com as guloseimas e brinquedos que ficarão dentro delas. Dica: vá nessas casas de festas que vendem os pacotes fechados de bombons. Pesquise bem antes de decidir as compras e coloque coisas grande que façam volume na caixinha, como pipoca, saquinho de amendoim e brinquedos maiores. Encher a sacola de bombom pequeno vai sair caro, mas vale colocar um bombom ou outro e tem coisa que criança gosta, como chiclete e pirulito. Não se anime muito com os brinquedos das caixinhas para no fim das contas não sair caro. Faça os cálculos, vá anotando quanto isso está saindo no seu bolso. 

As sacolinhas das crianças eu fiz na Camiseta & Cia, uma empresa do Recife que faz fardamentos e camisetas em geral. Eles têm uma máquina que poucas empresas no Brasil têm, que faz impressão de alta qualidade em tecido. Passei para eles a arte – usei a mesma arte do convite online que fizemos – e eles imprimiram nas sacolinhas. Ficaram lindas e personalizada! Sim, e você precisa providenciar a mesa onde ficarão as caixinhas das crianças.

(Sacolinhas do Camiseta e Cia)

(Mesa das sacolinhas)

E a mesa de guloseimas? Isso não é imprescindível, mas tem quem goste de fazer festa com aquela mesa de bombom, tudo personalizado, com o tema da festa ou nome do aniversariante. Se seu dinheiro está sobrando, fica legal, as crianças gostam. Se não, não se preocupe, tem outras maneiras de entreter a criançada!

Brinquedos

Normalmente festa de um ano é festa para adulto. Isso porque a criança ainda não tem a “turminha da escola” então não tem aquela quantidade grande de gente querendo brincar. Mas se os filhos de seus amigos já fazem um bom volume – é o meu caso – pense em alugar uns brinquedos legais e/ou um recreador para animar essa turma! Fiquei satisfeita com a cama elástica e a piscina de bolas do Lazer Mania. E foi ótimo! Enquanto as crianças maiores pulam, as mais novinhas se divertem na piscina de bolas. Então tem brincadeira para todo mundo. Só se certifique sobre o tamanho dos brinquedos que vai contatar. Você pode encontrar uma cama elástica mais batata mas que só completa três ou quatro crianças. Eu coloquei uma grande, para mais de dez crianças. E é bom a empresa mandar uma pessoa para ficar lá, para que você não precise se preocupar com acidentes.

(Brinquedos da Lazer Mania)

(A piscina de bola é ótima para crianças menores)

Ajuda dos amigos

 

Sim, você não precisa fazer tudo absolutamente sozinha, precisa? O que puder pedir a uma irmã, uma tia, uma vizinha, enfim, alguma pessoa de sua intimidade, peça. Na semana da festa, tive ajuda de algumas pessoas, como uma amiga que ajudou a decidir algumas coisas que me deixaram na dúvida, uma irmã que fez a decoração de alguns docinhos e uma prima e uma tia que fizeram algumas lembrancinhas. Olha a foto abaixo. Isso aí são aqueles potinhos de comida pronta para bebês. Eu comprei uns bichinhos de plástico no comércio e elas pintaram com tinta dourada. Minha irmã cuidou do recheio, que pode ser de qualquer coisa, como bombom ou brigadeiro. Fica a dica!

(Potinhos feitos com ajuda de prima e tia)

Quem vai servir?

Contatar ou não garçons vai depender do tamanho e perfil da sua festa. Se você quer fazer algo bem informal, chamando pouca gente, só família e aqueles amigos mais chegados meeeeesmo, ou seja, gente se sua inteira intimidade, você pode deixar as pessoas se servirem, deixando exposta a comida e dizendo onde estão as bebidas. Mas se o evento já é um pouco maior, é delicado e cômodo deixar esse serviço para os garçons. Para uma festa de cerca de 100 pessoas, três garçons dão conta.

(Três garçons servem 100 pessoas)

Música

Mais essa para você não esquecer. Já providenciou o som? De repente não precisa ser nada muito profissional. Eu coloquei uma caixa de som grande que tem uma potência legal. Lembre-se que o som não precisa ser alto, até porque já vai ter criança demais gritando e correndo de um lado para o outro. Se o ambiente é fechado, tipo com ar condicionado, pior ainda. Vai ficar uma gritaria danada! O som é baixo e pode ser com músicas de crianças, até para entrar no clima da festa. Então lembre-se de providenciar isso.

Pequenos detalhes

Lembrar de fazer o grosso é fácil, mas sempre há aqueles detalhes que a gente não se lembra nem a pau e só percebe na hora da festa. Então anota aí: providenciar kit higiene para os banheiros (papel higiênico, sabonete – de preferência líquido porque é mais higiênico – e toalhas de papel, além de sacolas plásticas para os lixeiros). Não custa nada você pedir para alguém dar uma checada nos banheiros durante a festa para trocar os lixeiros e verificar se está tudo limpinho.

Outra coisa que vale a pena providenciar são as etiquetas para serem coladas nos presentes para você saber depois quem deu o quê. Se achar mais práticos, arrume uma caneta e pendure em algum local próximo à caixa dos presentes. Sim, e providencie a caixa de presentes. Se for uma caixa de papelão, arrume um papel crepom ou algo bonito para cobri-la.

Pessoa de suporte 

 

E se na hora da festa você perceber que esqueceu alguma coisa? Acontece. Eu esqueci dos pratinhos para colocar os salgados nas bandejas dos garçons. E a vela? Pois é, também esqueci a vela do bolo, já pensou? Sei lá, eu achei que o bolo já viria com vela ou nem parei para pensar nisso. E agora? Você, ou o pai da criança, vai sair no meio da festinha para comprar o que falta? Bem, nessas horas sempre tem um amigo mais chegado, um irmão, um cunhado. Eleja essa pessoa desenrolada para te salvar nessa hora! Peça para dar um pulo em algum mercado próximo. E com o celular na não – vai que você percebe que faltou mais alguma coisa! Mas não faça o coitado passar a festa toda na rua descascando todos os seus abacaxis. O que não é imprescindível, esqueça.

 

E dê atenção ao seu filho! 

Durante a festa você certamente estará uma pilha, checando se tudo está correndo bem, se falta alguma coisa, se as pessoas estão satisfeitas, enfim. Mas não deixe, nesse alvoroço todo, de reparar em seu filho. Lembre-se de observar se ele está com fome, com sede, com calor, com sono. Não precisa mudar radicalmente a rotina do seu pequeno só porque é o aniversário dele. Seu bebê ainda é muito novinho. Lembre-se de alimentá-lo bem, dar bastante líquido e, se estiver com um soninho, deixe tirar um cochilo, mesmo que isso atrase um pouco a hora de cantar parabéns. Eu levei um colchãozinho e deu super certo. O mais importante não é a festa estar perfeita, mas o seu filhote estar bem! E se, de quebra, ele se divertir também, melhor ainda!

(Cochilinho antes dos parabéns)

E se ele adoecer na semana da festa?

“Se” não. Ele “vai” adoecer. Brincadeiras à parte, dizem que é regra! Todo bebê adoece na véspera do aniversário. Será? Bem, o meu adoeceu uma semana antes, depois passou os dois últimos dias que antecedem a festa super bem e voltou a ter febre na madrugada antes da festinha. Deixei ele descansar o tempo que fosse necessário, mesmo que chegasse tarde na própria festa. Por sorte acordou bem na hora do almoço e chegou bem a tempo! Pode apostar, não vai ter nada que te deixará mais desanimada do que o filhote doente. Mas cuida aí dele porque isso passa logo. E a festa, se os santos ajudarem, vai ser demais! Mãos à obra e boa sorte!!

 

Serviços indicados

Tudo em Festa

Fones: (81) 3325.5655/ 99272727

Site: www.tudoemfesta.com

Camiseta & Cia

Fone: (81) 3428.4882/ 8828.2358 (Ana Maria)

Facebook: Camiseta & Cia

Rick Vídeo Produções

Fones: (81) 3268.5374 (Luiz Henrique)

Site: www.rickvideo.com.br

Facebook: rickvideo.com

Chopp Brahma Express

Fone: (81) 3465.3230

Site: www.srchopp.com.br

Buffet Crepe D’La France

Fone: (81) 3484.4386/ 8636.2644/ 9640.9229 (Guto)

Facebook: Crepe D’la France (Recife)

Bolosuras da Shirley

Fone: (81) 9477.3243 / 3313.0513

Facebook: Bolosuras da Shirley

 

Lazer Mania

Fone: (81) 9974.2588 (Erlon)

Faça um Comentário

    Topo