quinta-feira 10 de julho de 2014

E por que não falar em sexo?

Categoria(s):

Essa conversa aqui é exclusivamente com as mamães. Até porque é algo tão íntimo que poderia ser uma conversa só entre amigas mesmo. Mas não é justo fazer um blog de “mãe na real” e não tocar nesse assunto: a relação sexual durante o período de amamentação.

Você deve ter percebido, se já voltou à vida ativa depois do nascimento do bebê: como é incômodo ter relação sexual! Dói mesmo. A gente sente dor, ardência e sensação de ressecamento. Você não entende o que está havendo e chega a pensar que reconstituíram seu hímen (com o perdão da brincadeira). Parece que você está tendo a primeira relação sexual da sua vida, de tão doloroso que é. 

Mas é normal. Pelo menos enquanto você está amamentando, seu corpo entende que não é hora de ter outro filho. Aí a natureza – veja como ela é perfeita – faz de tudo para dificultar a relação sexual, tornando-a pouco prazerosa, justamente para não vir outro bebê por aí. Se isso acontece com você, converse com o ginecologista, que ele deve sugerir alternativas (lubrificantes, por exemplo) para você não deixar de ter de volta sua vida ativa com o maridão (ou com quem quer que seja). 

O incômodo é tão grande que tem mulher que opta por deixar de amamentar para poder voltar a ter relação sexual de maneira prazerosa, retomando sua vida amorosa em casa. Até porque é normal que se perca a libido, ou seja, o desejo sexual, enquanto se está amamentando. E por que isso acontece? Seguinte: depois do parto caem as taxas dos hormônios estrogênio e progesterona, e paralelamente aumenta a prolactina. O estrogênio é aquele que favorece a receptividade sexual, enquanto a prolactina, necessária à produção do leite, a inibe. Então, normalmente, quem amamenta tem menos desejo pelo parceiro. Depois isso passa, viu? A natureza sabe o que faz. Depois tudo volta a ser como era.

Bem, agora que você já sabe que é normal o que pode estar passando – mas que, na real, mãe nenhuma conta, por vergonha ou por achar que não deve compartilhar esse tipo de assunto – procure meios para melhorar sua relação. Você não precisa fazer greve de sexo em casa e obrigar seu companheiro a entender esta fase. Existem alternativas! E se está pensando em parar de amamentar, pense bem, mamãe. É claro que a decisão é sua, mas lembre-se dos benefícios do leite materno para seu filho. Com jeitinho, dá para fazer as duas coisas. Vá lá! Seu bebezinho precisa de você mas não deixe de lado o seu bebezão. Ele também precisa. Aliás, vocês precisam.

Faça um Comentário

    Topo