quinta-feira 05 de junho de 2014

Como fazê-lo dormir a noite toda

Categoria(s): ,

 

Esta semana falamos sobre bebês que acordam na madrugada. Até então, foi só um texto para as mamães que passam por isso saberem que não estão sozinhas no mundo com esse problema. E não estão mesmo! Apesar de muitos bebês conseguirem dormir como anjos, estima-se que pelo menos 40% das crianças têm dificuldades para dormir. 

 

É o caso do seu bebê? Seu filho acorda apenas duas vezes na madrugada e você acha que isso é normal? Você pode dormir mais que isso, mamãe. Existem algumas dicas sobre o que fazer e o que não fazer para acostumar o bebê a capotar e só acordar junto com o sol. É claro que não são regras. Até porque meu filhote também tem dado trabalho para pregar o olho a noite inteira. Mas a culpa pode ser minha. Muitos hábitos nossos ajudam – ou, no caso atrapalham.

Vamos aos erros mais comuns, de acordo com opinião de especialistas:

Colocar a criança para dormir muito tarde. Não pense que esticando o dia vai fazer seu filho dormir mais. Um estudo mostrou que crianças de 2 anos dormem hoje 40 minutos a menos, em média, do que crianças da mesma idade da geração anterior. Isso porque as crianças acordam mais à noite, têm dificuldade para adormecer e para dormir durante o dia. Não é porque você chega tarde do trabalho que vai obrigada seu filho a ficar te esperando. Deixa para curtir o filhote na manhã seguinte, mamãe! 

 

De acordo com a especialista Jill Spivack, autora de um livro sobre como fazer crianças de até 5 anos dormirem bem (“The sleepeasy solution”), “quando elas ficam cansadas demais, têm mais dificuldade de pegar no sono e de dormir um sono tranquilo; também acordam mais cedo”. Ou seja, quando a criança começa a bocejar, é hora de ir para a cama. Não invente brincadeiras para o tempo passar. Marque uma hora para ela dormir e siga a regra todos os dias.

 

Outro erro comum dos pais é chacoalhar a criança para ela pegar no sono. Ok, eu faço isso com meu filho. Mas estou conseguindo desacostumar. Cada vez eu balanço menos. Hoje, muitas vezes eu só coloco a chupeta, daí ele deita a cabeça em meu ombro e apaga!

 

Mas é claro que muitas vezes isso é difícil. A gente tenta de tudo e ele não para de chorar. A gente coloca no berço, ele chora, a gente tira, deita, ele chora, a gente levanta, vai para a cadeira de balanço, ele chora, a gente levanta, caminha… Aí a gente recorre ao balanço e tome balanço para lá e para cá. É tiro e queda! Especialistas dizem que não há problema em balançar o bebê numa situação de emergência, mas não é bom acostumar. O bebê precisa aprender a dormir sozinho. Sabe por que? Porque quando ele acordar no meio da noite, vai querer o balançado. Aí lá vai você!

 

A continuidade do balanço também não é algo bom. Pediatras dizem que quando a criança sempre dorme em movimento, como em carrinhos ou no carro, ela não chega a ter aquele sono mais profundo, aquele sono restaurador. O movimento pode servir para acalmar a criança. Mas não para fazê-la dormir, ok?

 

Mais um erro dos pais: estimular demais a criança. Evite sons altos e cores intensas no quarto do bebê. Isso estimula demais e deixa o bichinho irritadinho. Até mesmo o mobile do berço pode distrair ao invés de relaxar. Deixe o quatro escuro, evitando inclusive abajur. A luz serve para você ver a criança para amamentar, e não para ela dormir. Lembre-se: bebês não têm medo de escuro.

 

E para completar, siga sempre uma rotina. Desde recém-nascido. Hora para o banho, hora para o lanche, hora para brincar. Tudo na sua hora. À noite, quando damos o banho de nosso filho, ele já sai do banheiro esfregando os olhinhos. Ele sabe que dali vai tomar o leitinho e dormir. A rotina acalma e deixa a criança segura sobre o que está por vir.

 

Mas, apesar disso tudo, é importante você lembrar que existe uma série de variáveis que fazem seu bebê acordar de madrugada. Falei nisso esta semama (http://www.maenareal.com.br/2014/06/seu-bebe-dorme-bem-noite.html). Você pode estar fazendo tudo certinho, mas se estiver nascendo um dentinho ou ele estiver doente, paciência. O bichinho vai acordar! Converse com o pediatra para saber que medicação pode ser oferecida.

 

Tudo bem, você seguiu todos os passos e seu bebezinho continua chorando no berço no meio da madrugada. Faz o seguinte: vai lá, fica com ele no quarto, mas não interaja muito. Faça um carinho nas costas, dê uma balançadinha de leve no bumbum. Vá embora por dois minutos e volte. Faça a mesma coisa novamente. Vá fazendo isso em intervalos maiores de tempo até que ele adormeça. A dica é de especialistas da área. Dá trabalho? Dá. Mas seu bebê vai começar a entender que ninguém vai tirá-lo do berço. E também que está tudo bem e não há motivos para chorar. Nem ele, nem você.

2 Comentários

  • lisa sachwartz

    sou Mamae de 2, juninho de 1ano e 2 meses e Sophia de 4 meses… éee não é nada facil estar comentando aki sendo que essa pequeninaaa ainda esta com a corda toda. achei que agora eu estaria mais acostumada com esse ritimo pois passei por isso com meu menino.. mais estou cada dia mais exausta.. mais sei que uma Rotina vai me fazer muito bem e pra meus anjinhos será ainda melhor.

    • Sarah Eleutério

      É isso mesmo! Tenha paciência e não desista da rotina! Vai dar tudo certo!!

Faça um Comentário

    Topo