sexta-feira 07 de fevereiro de 2014

Quem fala é ele!

Categoria(s):

Por mais que a gente pense “Ele ainda é muito novinho. Não adianta conversar porque ele não entende”, tem uma hora que ele vai começar a entender, sim. E nós nunca sabemos quando.

Estudos mostram que crianças que moram em casas com muita gente – tipo, avós, tios, além dos pais – normalmente desenvolvem a fala mais rápido, porque estão o tempo inteiro escutando as conversas. Mas se não é o caso do seu bebê, ainda assim, os pais podem conversar sempre e provocar esses estímulos.

Eu já disse isso outras vezes, mas nós – os pais de Eduardinho – conversamos com ele desde que nasceu. E quando digo conversamos é porque conversamos mesmo. Trocamos fralda sempre explicando a ele o que está ocorrendo e costumamos mostrar como as coisas estão sendo feitas, tipo “olha aqui o seu lanchinho. É suco de melão, filho. Melão é uma fruta gostosa. Experimenta!”.

É claro que tem aquelas horas em que agarramos o filhote, brincamos e falamos com “voz de bebê”, mas, em geral, conversar com seu filho é importante. E conversar normal, como quem conversa com uma criança grande.

Aqui nesse vídeo meu filho está contando como foi seu dia. Sim, contando da maneira dele. E ao invés de a gente responder com um “bá bá bá”, imitando ele, nós damos corda, estimulamos. Ele precisa perceber o quanto estamos interessados em sua conversa. Pois é, tem mais essa, mostrar ao seu filho que você o está dando atenção, por mais que ainda pareça bobo o que ele está falando. Mas, por enquanto, é o que o bichinho sabe dizer, da maneira dele. E não é uma delícia?

1 comentário

Faça um Comentário

    Topo