quarta-feira 05 de Fevereiro de 2014

Como estimular seu bebê de 6 meses

Categoria(s):

No texto de ontem, eu falei sobre o bebê de seis meses. Quanta coisa ele já é capaz de fazer. Mas de que maneira nós – mães e pais – podemos contribuir para estimular o desenvolvimento desses pequenos?

Estimular sim! Para começo de conversa, é bom você saber que o desenvolvimento mental do bebê está ligado aos estímulos que o ele recebe. Por isso, é tão importante conversar muito com ele. E isso não é regra dos seis meses de idade. É importante conversar desde que ele nasce. Aos pouquinhos ele vai entendendo o tom da conversa, as palavras, o sentido.


Explique a ele tudo o que você está fazendo. Quando precisar se ausentar, para fazer o seu café da manhã, por exemplo, deixe ele numa cadeirinha ou bebê conforto na porta da cozinha. É mais válido ele a ver preparando seu café do que ficar na frente da tv assistindo um desenho. Deixe ele entender como as coisas funcionam, como você abre a tampa do lixeiro para jogar a fralda fora, como você abre a torneira para lavar um prato. Coisas bobas do nosso dia a dia são um aprendizado e tanto para esses pequeninos!


Sim, aos seis meses, muitos estímulos podem ser feitos pelos pais. Por exemplo? Comece a mostrar as cores. Diga os nomes das cores. Mostre os animais, imite os sons deles e cante músicas infantis. Também vale apontar para partes do corpo e dizer os nomes. 


Se você sempre falou com seu filho com “voz de bebê”, comece a falar menos dessa maneira e a falar mais normal. Aos seis meses o bebê tenta modular suas emissões vocais de acordo com o que ouve da mãe. Por isso é tão importante a mamãe conversar com seu filhote.


Aos bebês que já estão em berçários, ou aqueles que têm irmãos mais velhos, o convívio com outras crianças é ótimo! Isso vai facilitar tanto o desenvolvimento mental quanto o social. Ele aprende aí a dividir, a se comunicar, a respeitar e a impor suas próprias vontades.

Mais estímulos? Lá vai: incentive seu filho a se arrastar para pegar objetos. Se ele quer um brinquedo, ao invés de você o entregar de mão beijada, ajude-o a ir buscar. Isso vai contribuir para que ele comece a aprender a engatinhar.

No mais, dê muito amor, muito beijinho, muito carinho! Pode morder as pernocas lindas do bebê? De leve e sem os dentes, pode! Brincadeiras à parte, curta seu filhote. Eu já disse que isso tudo passa muito rápido? Passa sim. Curta!

1 comentário

  • Nossa amei a postagem, minha bebê a Emily está com seis meses e é muito ativa, já fica em pé no berço, fica em pé na cama e é claro, não perco um minuto sequer de seu desenvolvimento, parabéns Sara seu Blog é um encanto.

Faça um Comentário

    Topo